Decisões

abr 18, 2017

Quantas vezes temos em nossos caminhos escolhas que nos colocam frente a renúncias das quais não gostaríamos de fazer? Difícil eu sei.

Em todas as decisões, há de se medir não somente as consequências, mas também o alívio da carga que estava pesada demais para carregar.

Muitas vezes vivendo sobrecarregado, com um peso acima do suportável, uma carga que fere os ombros, uma carga que esmaga o coração.

Corrosivo, além de pesado, a omissão em não tomar uma decisão, adiando a hora de finalmente respirar, corrói as nossas expectativas, as expectativas dos nossos sonhos.

Por mais difícil que seja, vivemos a difícil tensão porque sabemos as renúncias que faremos, contabilizamos os adeus que deverão ser dados e esta é a parte mais sufocante, você não abraça dois sonhos de uma vez, não há braços suficiente para isso.

Renunciar faz parte e apesar dos ônus imputado no ato, é preciso olhar com mais carinho para o bônus das escolhas, estas agora parte presente em sua vida, estas trazendo um renovo não somente necessário, mas merecido para voltar a viver como se deve.

Quantas vezes temos em nossos caminhos escolhas que nos colocam frente a renúncias das quais não gostaríamos de fazer? Difícil eu sei.

Em todas as decisões, há de se medir não somente as consequências, mas também o alívio da carga que estava pesada demais para carregar.

Muitas vezes vivendo sobrecarregado, com um peso acima do suportável, uma carga que fere os ombros, uma carga que esmaga o coração.

Corrosivo, além de pesado, a omissão em não tomar uma decisão, adiando a hora de finalmente respirar, corrói as nossas expectativas, as expectativas dos nossos sonhos.

Por mais difícil que seja, vivemos a difícil tensão porque sabemos as renúncias que faremos, contabilizamos os adeus que deverão ser dados e esta é a parte mais sufocante, você não abraça dois sonhos de uma vez, não há braços suficiente para isso.

Renunciar faz parte e apesar dos ônus imputado no ato, é preciso olhar com mais carinho para o bônus das escolhas, estas agora parte presente em sua vida, estas trazendo um renovo não somente necessário, mas merecido para voltar a viver como se deve.

Gregory Zucolotto

Gregory Zucolotto

Autor

Formado em Analise de Sistemas, atua como Web Designer em horário comercial (e as vezes fora também). Escritor nas horas vagas (ou escritor de boteco, como gosta de se classificar), reúne palavras de uma mente povoada de opiniões sobre tudo. Amante de pensamentos lógicos, tem o hábito de manipular suas emoções através da razão. Composto de uma mistura entre nerd e geek, fã incondicional de HQ’s, filmes e séries.

Comments

comments

Pin It on Pinterest