O que é amar?

abr 7, 2017

Você sabe o que é amar?

Amar é olhar pela íris dos olhos dela e conseguir enxergar a nudez de sua alma, a essência que a torna tão especial pra você.

Amar não é um jogo, esqueça aqui as competições.

Amar é compromisso, compromisso de que não importa quão chata ela estará nos seus piores dias, você seguirá amando-a, mesmo com as incertezas que volta e meia poluem seu coração e minam sua fé.

Amar alguém com a vida pronta é cômodo, ame construir uma vida ao lado dele.

Amar é permitir que ele siga sendo o que sempre foi sem exigir dele uma mudança contra sua vontade, amar é saber conduzir na dança da vida com suas fases, é saber explicar que há horas para usar all-star e bermuda e há momentos que pedem terno e gravata.

Amar é vê-lo assistindo Os Vingadores e achar graça nisso.

Amar é se interessar por assuntos que ele só conversaria com os amigos e mostrar que você é agora “o” melhor amigo que ele possui.

Amar as covinhas não a distingue de ninguém, isso outra poderá fazer. Ame-o quando seu rosto estiver pálido pelo fracasso e inexpressivo pela falta fé em si mesmo.

Ame suas paixões, apaixone-se por seus sonhos. Queira-os, até que seus gestos digam “hey, não vou deixar você desistir!”. Incentive-a!

Ame-a de cabelo desgrenhado, sem maquiagem e de camiseta branca velha e surrada, aquela da hering.
Seja a ponte quando ela se sentir a beira de um precipício, a guarda costeira quando ela sentir-se a deriva em alto mar.

Amar virtudes é fácil, ame seus defeitos.

Amar é suportar suas crises. Entenda que ela vai surtar as vezes, vai se sentir sem chão, se encolher na cama e chorar. Se não tiver palavras nestes momentos, esteja ao lado ao menos para consolar.

Entenda que pra ela detalhes são tão importantes quantos os grandes eventos envolvendo vocês dois. Compreenda-os e respeite sua importância. Acredite, as pequenas coisas fazem uma grande diferença quando o assunto é amor.

Gregory Zucolotto

Gregory Zucolotto

Autor

Formado em Analise de Sistemas, atua como Web Designer em horário comercial (e as vezes fora também). Escritor nas horas vagas (ou escritor de boteco, como gosta de se classificar), reúne palavras de uma mente povoada de opiniões sobre tudo. Amante de pensamentos lógicos, tem o hábito de manipular suas emoções através da razão. Composto de uma mistura entre nerd e geek, fã incondicional de HQ’s, filmes e séries.

Comments

comments

Pin It on Pinterest