Quem é Você?

mar 22, 2018

Eu sempre observei bem as pessoas. Aliás,esse é um dos meus passatempos predileto.

Desde criança, até hoje, eu observo o comportamento, e principalmente as expressões de cada pessoa.
E é uma experiência intrigante. Descobri, andando pela Avenida Paulista, que a invisibilidade ou a sensação desta, nos deixa a vontade para ser quem realmente somos, fazer o que realmente queremos e pensar o que quisermos pensar.
Essa sensação de invisibilidade é refrigério pra alma em dias como estes, em que tentamos nos encaixar em padrões de comportamento todo o tempo e em todo o lugar. Ao passo que, será que só conseguimos ser quem realmente somos quando não estamos sendo vistos? Ou quando achamos que não estamos sendo vistos?
 Por quê é tão difícil assumir perante o próximo o nosso verdadeiro eu? Por quê há tanta dificuldade em viver em sinceridade? Por quê se tem tanto medo e insegurança quanto a própria identidade?
Quanto a mim, quero assumir os riscos e cada consequência da liberdade de ser quem eu sou e ir descobrindo a cada dia desse meu viver a minha identidade, e os motivos que me constroem dia a dia.
Quero viver em sinceridade de alma, abraçar cada sentimento que encontrar, dormir sob o travesseiro da consciência limpa e cobrir-me do frio cálido da ingratidão. Quero dormitar meus medos e avivar a cada dia a coragem e a audácia de percorrer entre a minha própria realidade e a imensidão de sonhos que me levam cada dia mais perto de quem eu sou e de quem eu quero ser.
Que eu seja eu, e que o eu me seja ainda mais e melhor. Por consequência de se descobrir quem é, a paixão nasce e pela própria convivência o amor surge, sim, o amor mais lindo, o próprio.

Sabrini Yanssini

Sabrini Yanssini

Autora

Ela é de contábeis, não só de números, mas de palavras e sentimentos. A mineira que descobriu a poesia como sua melhor companhia no caos da terra da garoa.

Deixe seu comentário ou marque aquele pessoa que vai se identificar

Comentários

Share This